4 dicas de férias para ir com os pitocos em Sampa

As férias estão aí, é verão e todo mundo quer aproveitar, certo?
O problema é que os pais muitas vezes não tem tempo ou paciência de planejar o que fazer nessa época. Acampamentos de férias não são muito comuns e também não são nem um pouco baratos para as crianças. Mesmo assim, tem um monte de lugares legais que podemos visitar por algumas horas para ter uma programação diferente com os pitoquinhos, sem deixa-los entediados, nem nos deixar malucos. Ah… As dicas valem para São Paulo e proximidades, mas podem deixar nos comentários dicas de outros lugares também! 😉

Vamos sair do sofá e da frente do video-game, pessoal!

Todos os dados são do final de 2016.

  • Árvore de Natal e Parque do Ibirapuera
  • MASP – Museu de Artes de São Paulo
  • Poço das Antas (Mongaguá)
  • Planetários (Ibirapuera e Parque do Carmo)

Árvore de Natal e Parque do Ibirapuera

Uma foto publicada por Pai Mesmo (@paimesmo) em

A árvore é praticamente um símbolo da cidade nessa época do ano. Bastante criticada pela “economia” das ultimas edições, a árvore que já teve 70 metros de altura, esse ano está com 35, o que equivale a um prédio de 12 andares. Além da própria árvore, há também uma espécie de bola de neve para tirar fotos, patrocinada pela Coca-cola (Afinal, nada é de graça certo, amiguinhos?).

A árvore “acende” a princípio, só nos finais de semana de dezembro, e ficará montada até o dia 06 de Janeiro de 2017, então se você ainda não viu, é melhor se apressar, pois o próximo final de semana será o último da temporada.

A parte boa desse tipo de atração é que o parque do Ibirapuera está ali do lado, com diversas outras coisas pra fazer. Nele você consegue encontrar artistas que fazem pintura facial, aluguel de bicicletas, áreas para piqueniques e muito mais. O problema é o acesso, pois para usar o estacionamento você precisa pagar a Zona Azul.

Onde: Praça Aldo Chioratto, ao lado do Obelisco
Quanto: Gratuito

MASP (Museu de Arte de São Paulo)

Agostinho Batista de Freitas, MASP, 1971. Acervo MASP, doação de Lais H. Zogbi Porto e Telmo Giolito Porto

Agostinho Batista de Freitas, MASP, 1971

O Masp, com seu vão livre é muito conhecido como um dos cartões postais de São Paulo.

O que muitos não sabem e eu descobri na época em que trabalhava na Paulista, é que às terças-feiras, a entrada no museu é gratuita. Isso é bom, principalmente quando se vai com crianças, pois caso o museu não atraia realmente a atenção e a curiosidade dos pequenos, economizamos os R$ 30,00 do valor da entrada (ou  R$ 15,00 a meia entrada).

Normalmente o museu funciona de Terça a Domingo, das 10h às 18h, com exceção das quintas-feiras, quando o horário é até as 20h. A Bilheteria sempre fecha meia-hora entes do horário de encerramento e como parte da programação de férias, o museu também abrirá às segundas-feiras no mês de Janeiro.

A parte boa de escolher uma terça-feira de férias, acordar um pouco mais tarde, tomar café e ir até o MASP, é que você pode ir de metrô, que nessa época está mais vazio e não pegar o trânsito ou ter que pagar os estacionamentos caríssimos da Paulista. O pitoco se injuriou e não quer mais saber de museu? Se você foi na terça-feira, não precisa nem ficar chateado com o dinheiro do ingresso, basta pegar o pequeno e ir fazer um piquenique ali no parque Trianon que fica bem pertinho.

O museu ainda conta com um Café, uma Lojinha e um Restaurante. Também tem convênio com dois estacionamentos na proximidade e você pode pagar R$ 14 ou R$ 20 por três horas de estacionamento. Dependendo do tamanho da família e do tempo disponível, sai mais barato do que ir e voltar de metrô.
Onde: Avenida Paulista, 1578 CEP 01310-200 Bela Vista
Quanto: Gratuito às terças-feiras, demais dias R$ 30,00 (inteira) ou R$ 15,00 (meia)

Poço das Antas (Mongaguá)

Esse vale uma pequena viagem e cabe tranquilo num bate e volta. Trata-se de um parque entre a Serra do Mar e o Centro de Mongaguá, litoral sul de São Paulo. Situado em meio à mata atlântica, tem cachoeiras, trilhas e piscinas naturais de águas transparentes. Fui pra lá em 2015 e a infraestrutura do lugar agradou bastante. A trilha principal tem pontes com corrimão e apesar de íngrime, conseguimos fazer de chinelo e com o pitoco no colo (Só não aconselho o chinelo. rs)

Tem alguns quiosques lá dentro que servem refeições, porções e bebidas. Os quiosques têm guarda-volumes, banheiros e estacionamento. Nada disso impede que você leve sua própria cesta de piquenique, pois tem espaços perfeitos pra isso também.

Os preços são honestos e no verão eles costumam estender o horário de funcionamento. Só ficam os alertas normais de cachoeira, que são: A água é fria, cuidado para não escorregar nas pedras, a água é fria, não deixe lixo pela trilha, a água é fria, chegue cedo para pegar um bom lugar no estacionamento, a água é fria, e não ande fora da trilha para não se perder. Já disse que a água é fria?

Onde: Rua das Cascatas, s/nº, Bal. Pedreira.
Quanto: R$ 2 por pessoa, R$ 4 por moto e R$ 10 por carro

Planetário (Ibirapuera e Parque do Carmo)

Lá encima eu falei que o bom de ir visitar a árvore do Ibirapuera era que o parque está ali e tem outras coisas pra fazer.

Uma delas é ir ao Planetário, que no período de férias terá sessões de quarta a domingo às 10h, 12h, 15h e 17h com retirada de senhas 1 hora de antes do início da sessão. O mesmo vale para o planetário do Parque do Carmo, na Zona Leste de São Paulo.

Tá aí um lugar que eu nunca fui, mas quero levar meu pitoco para conhecer. Fui no planetário quando era criança e lembro até hoje da experiência. Depois de muitos anos desativados, os dois planetários voltaram a funcionar em 2016 (o do Ibirapuera em Janeiro e o do Parque do Carmo em Maio), então vale a pena ir dar uma conferida. Quando eu for, posto aqui a experiência pra vocês.

São 230 senhas distribuídas por sessão no Planetário do Parque do Carmo e 320 no do Ibirapuera.

Onde: Ibirapuera: Av. Pedro Álvares Cabral, s/n – Portão 3 | Parque do Carmo: Rua John Speers, 137
Quanto: Gratuito. As senhas começam a ser distribuídas 1 hora antes de cada sessão
Essas são algumas dicas baratinhas de lugares diferentes. Mas nós também vamos no cinema e tem parques/praças ótimos em São Paulo. Acompanhe o Blog nessas férias que teremos algumas novidades!

[]’s

Pai Mesmo

Comente com sua conta do Facebook
Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Sobre paimesmo

Bem vindo! Trabalho com tecnologia, sou nerd, jovem, professor e sim... Sou pai mesmo. Como é ser pai e conciliar todos esses papéis? Me siga e descubra.

Os comentários estão desativados.