Visitinha ao pronto socorro

Esse feriado começou agitado! Forças do universo não querem me permitir ter uma única semana “normal”. E isso está acontecendo desde o início de fevereiro, quando eu fiz a cirurgia Ortognática.

Esse mês de abril eu tenho trabalhado de madrugada em praticamente todos os finais de semana, então um feriado estava caindo como um oásis no deserto.

Isso tudo claro, se o pitoco não tivesse ficado doente bem na madrugada do feriado de Tiradentes.

Assim como eu quando era criança (bendita genética), o pequeno gafanhoto também tem problemas respiratórios como bronquite, o que faz a nossa casa não ter tapete e as cortinas serem leves e facilmente laváveis.
Bem… Na madrugada do último dia 21, o baixinho acordou tossindo e com falta de ar. Minha esposa que acordou, pois eu estava beeeem quebrado das últimas semanas. E lá foi ela com o nosso “kit bronquite”, composto pelo inalador e a bombinha, pra ver se o meninão voltava a respirar. Pra desespero dela, não fez efeito. Ela me acordou e corremos pro hospital com o baixinho respirando igualzinho ao Dart Vader.
Imaginei eu que a qualquer momento ele diria: “papai… I am your son!” Mas não rolou esse teatrinho. Ele estava mal mesmo.

No hospital, chegou-se ao diagnóstico de uma Laringite (ou Faringite, nunca sei qual é qual). E depois de algumas horas, inalação com adrenalina e observação, fomos liberados.
Passar por isso me fez pensar algumas coisas.
1- como sou abençoado de ter encontrado uma pediatra ótima e que nos orientou fantásticamente sobre as idas ao hospital.
2- como as pessoas levam as crianças pro hospital por qualquer coisa
3- como a escolinha é um mau necessário.

Veja os detalhes no vídeo no YouTube:

Comente com sua conta do Facebook

Um comentário em “Visitinha ao pronto socorro

Os comentários estão desativados.